manutenção industrial: qual a importancia

Manutenção Industrial: qual a sua importância?

Em um mercado cada vez mais competitivo, a manutenção industrial torna-se um fator muito importante na estratégia de qualquer empresa que busca o máximo de eficiência em seus serviços.

Se você tem dúvidas sobre a importância da manutenção industrial e se ainda não conhece seus conceitos e fatores, acompanhe a leitura!

Conceitos e categorias

Um dos principais objetivos dos serviços de manutenção é manter o equipamento em perfeitas condições de uso. Nas diversas práticas de gestão da manutenção existem algumas que consistem em evitar quebras inesperadas, desgastes pelo uso normal ou até mesmo pelo mau uso.

No processo de Gestão da Manutenção, várias técnicas se destacam, e para aplicá-las é necessário ter profundo conhecimento. Para isso, a escolha da empresa que irá executar as manutenções é algo importante. Além do mais, Softwares de gestão também vêm auxiliando muito nesses procedimentos. Organizando, padronizando e facilitando a obtenção de informações, indicando ao gestor o tempo certo de manutenção de cada equipamento.

A Manutenção corretiva se caracteriza por ser realizada após uma quebra, falha ou pane e seja destinada para corrigir um item ou peça do equipamento afim de assegurar o cumprimento das suas funções de forma satisfatória. Esta manutenção pode ser dividida ainda em dois subtipos, a planejada e a não planejada e a sua diferença consiste na detecção ou não da falha durante a produção, mesmo que seja realizada de forma corretiva.

A Manutenção preventiva se resume a prevenir que apareça qualquer falha, com um plano previamente traçado e uma periodicidade bem definida de manutenção industrial.

A manutenção preditiva é realizada por meio do monitoramento constante do equipamento e da detecção de algum padrão de desempenho ou condição de funcionamento, obedecendo a um conjunto de indicadores e níveis de operação.

A manutenção detectiva depende de sistemas de proteção e é realizada quando se detectam falhas ocultas e que não estão perceptíveis para os responsáveis pela operação.

A Manutenção prescritiva já integra conceitos da quarta revolução industrial e análise de dados, oferecendo recomendações para evitar que as falhas ocorram.

Por que a manutenção industrial é tão importante?

Os erros na manutenção industrial podem ser prejudiciais para todo o ambiente de produção, podendo provocar mais que apenas falhas e quebras nas máquinas e nos equipamentos.

Um dos principais objetivos dos serviços de manutenção é manter todo equipamento em perfeitas condições de uso. Nas diversas práticas de gestão da manutenção existem algumas que consistem em evitar quebras inesperadas, desgastes pelo uso normal ou até mesmo pelo mau uso.

Altos custos com manutenção são problemas enfrentados por empresas de diversos setores da economia. A falta de planejamento com a manutenção acarreta quebras inesperadas, gerando perdas financeiras devido aos gastos não planejados, prejuízos pela indisponibilidade do equipamento, e por vezes acidentes, sendo muitos deles fatais.

A segurança é um pilar fundamental para a qualidade da planta industrial e do produto final que está sendo fabricado. Além disso, os impactos podem se estender para o meio ambiente, mas principalmente, para a segurança dos funcionários que trabalham naquela planta.

PCM

O Planejamento e Controle da Manutenção (PCM) vem auxiliar como uma ferramenta estratégica na manutenção, aliada à eficiência e eficácia, que contribui também para diminuição de custos. Como vimos, não é viável consertar um maquinário após a quebra, é necessário realizar uma manutenção preventiva para que a função do equipamento esteja sempre disponível para operação, reduzindo a probabilidade de uma parada indesejada.

O PCM deve atuar em conjunto com todos os colaboradores do setor, indicando o caminho a ser trilhado. Em outras palavras, ele define critérios, determina parâmetros e analisa o desempenho de tudo o que é realizado.

Dentre seus principais benefícios podemos destacar a otimização dos recursos. Essa vantagem parece óbvia, mas você deve compreendê-la profundamente. A redução de despesas não pode ser acompanhada da queda de qualidade dos serviços de manutenção. Tentar utilizar soluções mais baratas é uma ideia que deve ser evitada em sua empresa.

O PCM amplia o seu campo de visão sobre as atividades do negócio, fornecendo informações essenciais para a tomada de decisões. Evita-se, com isso, o consumo exagerado de peça e o desperdício de materiais.

Além disso o PCM é capaz de minimizar paradas inesperadas na linha de produção, que costumam gerar inúmeras consequências. Além de colocar o prazo de entrega em risco, ela deixa trabalhadores ociosos e demonstra a falta de preparo do time de manutenção. Dessa forma, o PCM aumenta a disponibilidade das máquinas, o que gera o aumento de produtividade e do número de vendas.

NR 12

A NR 12 cuida das medidas preventivas que devem ser obedecidas nos locais de trabalho, nas instalações, operações e manutenções de máquinas e equipamentos, visando à prevenção de acidentes.

Ela exige informações completas sobre todo o ciclo de vida de máquinas e equipamentos, incluindo transporte, instalação, utilização, manutenção e até mesmo sua eliminação ao final da vida útil.

Essa norma é uma das mais importantes e extensas das 36 normas regulamentadoras da Consolidação de Leis Trabalhistas. Ela passou por várias atualizações ao longo dos anos, conforme a indústria nacional se desenvolvia.

Se você ainda não conhece a NR 12 de forma completa, clique aqui para conferir.

A G2W Engenharia com sua equipe técnica especializada pode auxiliar sua empresa no planejamento e controle da manutenção, de modo a contribuir no controle das manutenções preventivas de suas máquinas e equipamentos, visando reduzir os gastos excessivos e aumentar a vida útil dos equipamentos. Acesse nosso site e conheça nosso trabalho!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *